sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

Palmeirim D'Inglaterra, um Vinho Português com Literatura

vinho, tinto, rosé, branco, reserva, vinho sem preconceito, palmeirim d'inglaterra

Palmeirim D'Inglaterra
"de  per  si  es  muy  bueno"

Os vinhos da região de Trás os Montes são poucos conhecidos em relação aos de outras regiões como os vinhos Alentejanos e do Douro. Eles têm como características de serem frescos, elegantes e com um pouco mais de acidez em comparação a outros vinhos.

sexta-feira, 12 de julho de 2019

Vinhos Tinto, Rosé e Branco do Rótulo AZULEJO: Equilíbrio e prazer.

Vinhos Tinto, Rosé e Branco do Rótulo AZULEJO: Equilíbrio e prazer.

Os vinhos portugueses de rótulos "Azulejo Vinho Regional de Lisboa", produzido pela Casa Santos Lima, tem três tipos: Tinto, Branco e Rosé. Os rótulos passaram por alterações, porém a qualidade dos vinhos não foram alteradas.

Os rótulos, tanto o antigo quanto o novo, traz a beleza dos elementos mais famosos elementos da Arquitetura Portuguesa que há séculos vem servindo, ao mesmo tempo, de proteção e de elemento decorativo em suas paredes. 

Vinhos Tinto, Rosé e Branco do Rótulo AZULEJO: Equilíbrio e prazer.

Alguém já escreveu que "Portugal é um grande vinhedo à beira-mar plantado". Vários painéis de azulejos são espalhados por Portugal e acima temos um painel dos azulejos azuis tradicionais representando a vindima relacionada com o Vinho do Porto. O painel está localizado na Estação Ferroviária do Pocinho, Alto Douro e é um Patrimônio Mundial da Unesco, Portugal.

Azulejo, o Vinho Regional Lisboa
e seus Rótulos

Vinhos Tinto, Rosé e Branco do Rótulo AZULEJO: Equilíbrio e prazer.

Vinho Tinto Azulejo

É produzido as castas: Castelão, Tinta Roriz e Pinot Noir, sendo um vinho com uma cor rubi, sabor intenso de cerejas e frutas silvestres, porém com um paladar agradável, frutado, macio, elegante, harmonioso e com uma acidez refrescante.

Sua harmonização é excelente com carnes, pratos simples e saudáveis. Ótimo para um almoço em família.


Vinho Rosé Azulejo Leve

É produzido com as castas: Camarate e Cabernet Sauvignon, sendo um vinho com uma cor rosé, sabor de frutas vermelhas como framboesas e morangos, com um paladar saboroso e com frescor das notas de frutas vermelhas.

Sua harmonização é excelente com camarão, carnes e até pizza, podendo também acompanhar sobremesas. De preferência consumir ao ar livre.


Vinho Branco Azulejo Leve

É produzido com as seguintes castas: Fernão Pires, Arinto, Vital e Moscatel, sendo um vinho com uma cor citrina, sabor jovem, fresco, extremamente leve e acidez refrescante.

Sua harmoniza é excelente com peixes, aperitivos, presuntos, massas e frutos do mar. Sendo ideal para ser degustado em uma boa conversa entre amigos.

Preço

O preço dos vinhos do rótulo Azulejo Vinho Regional de Lisboa, cotado em 12/07/2019, sem descontos ou promoção, está na faixa de R$ 29,90 à R$ 40,00. 





Espero que tenha gostado! 

Um brinde e saúde!

Beba com moderação e não se esqueça de "se beber não dirija e se dirigir não beba"!


Pesquisa e/ou Imagens

Design
Vinhos Sem Preconceito

terça-feira, 2 de julho de 2019

Vinho Tinto: Vinha da Coutada Velha

Vinho Tinto:  Vinha da Coutada Velha

Vinho Tinto Vinha da Coutada Velha

O vinho tinto Vinha da Coutada Velha Alentejano pertencente ao Monte da Ravasqueira cuja a comercialização de seus primeiros vinhos só ocorreu no ano de 2002, trata-se de uma marca cuja a produção não se restringe somente aos vinhos, também a produção de azeite, mel e cortiça, por ter uma localização privilegiada possui um solo com alternância e um clima mediterrâneo que beneficia também a produção de vinhos únicos e de qualidade.

Vinho Tinto:  Vinha da Coutada Velha

Este vinho tinto tem origem exatamente numa Coutada na Herdade da Mata, em Arraiolos.

Coutada era uma mata destinada à caça para reis e senhores como também a seus convidados. Esta por décadas serviu como reserva e meio de preservação da grande biodiversidade ali existentes.

Este vinho tinto originou-se deste local e apresenta alguma complexidade e estrutura, por este motivo tem um agradável aroma e o seu final bem equilibrado.

Suas castas são Aragonez, Trincadeira, Syrah & Cabernet Sauvignon e apresenta uma cor vermelho escuro, ou seja, uma cor de granada.

No seu conjunto de aromas apresenta notas de especiarias, uma mistura de fruta preta e vermelha com chocolate. Um vinho tinto requintado e onde se destaque seu frescor e equilíbrio composto por vários elementos.


Harmonização
Vinho Tinto Vinha da Coutada Velha

Vinho Tinto:  Vinha da Coutada Velha

O vinho tinto Vinha da Coutada Velha harmoniza com pratos bem condimentados de carne, peito de pato grelhado com laranja e maracujá e doce de abóbora com queijo.

Preço
Vinho Tinto Vinha da Coutada Velha

O valor do vinho tinto Vinha da Coutada Velha, cotado em 02/07/2019, sem descontos ou promoção, está na faixa de R$ 80,00 à R$ 100,00. 

Mas vale experimentar, pois é um ótimo vinho tinto.

Prêmios
Vinho Tinto Vinha da Coutada Velha

Wine Enthusiast Best Buy.
China Wine & Spirits Awards 2018.
Medalha de Ouro.





Espero que tenha gostado! 
Um brinde e saúde!

Beba com moderação e não se esqueça de "se beber não dirija e se dirigir não beba"!


Pesquisa e/ou Imagens

Design
Vinhos Sem Preconceito

terça-feira, 30 de abril de 2019

MALANDRA RESERVA


PMC Wine & Food e
PMC One World

O grupo PMC Wine & Food nasceu, em 2014, do respeito e da paixão pelo que Portugal tem de melhor. 

Integrou-se ao grupo PMC One World que possui vasto know how em logística, importação e exportação e tem como objetivo de apoiar os produtores nacionais na comercialização e distribuição dos seus vinhos e outros produtos típicos portugueses, no mercado nacional e internacional.

segunda-feira, 22 de abril de 2019

Vinho MATEUS ROSÉ THE ORIGINAL: Nem Tinto Nem Branco

Vinho MATEUS ROSÉ THE ORIGINAL: Nem Tinto Nem Branco

Um Pouco da História do
Vinho Mateus Rosé The Original

O vinho Mateus Rosé The Original, produzido pelo grupo Sogrape Vinhos S.A., na região de Vila Nova de Gaia, Portugal, tem sua origem datada de 1942, quando Fernando Van Zeller Guedes, fundador da empresa Sogrape, teve a ideia de criar um vinho que fosse diferente, com personalidade, que tivesse sabor bem agradável e com uma garrafa original, bem diferente.

terça-feira, 16 de abril de 2019

GELEIA DE VINHO TINTO: Acompanhamento Perfeito

Geleia de Vinho Tinto

A geleia é um tipo de doce, geralmente feito de frutas, com uma consistência gelatinosa e semitransparente.

Há várias maneiras e ingredientes para fazer uma geleia, com a polpa, caroço, bagaço ou casca da fruta acrescido de açúcar, adoçante, corante, aromatizante com água, sumo, suco ou vinho.

E, em cada canto do mundo, de acordo com a cultura, há várias maneiras de preparar uma geleia.

segunda-feira, 8 de abril de 2019

Vinho Branco PÊRA-MANCA: Elegância e Frescor

vinho branco pêra-manca

Um Pouco da História do
Vinho Pêra-Manca

O vinho Pêra-Manca tem uma história por trás. A lenda liga este nome aos frades do Convento de Espinheiro, de Évora (que hoje é um hotel). Nos séculos XV e XVI, eles foram donos de vinhedos localizados em um lugar com bastantes pedras de granito soltas que oscilavam ("pedras mancas"). Daí surgiu o nome Pera Manca.

domingo, 17 de março de 2019

Vinho "Herdade dos Templários Grande Escolha", a Tradição Templária

Vinho "Herdade dos Templários Grande Escolha", a Tradição Templária

A sub-região ao norte do rio Tejo, Tomar, em Portugal foi doada no século XII aos Templários, também conhecidos como Monges Guerreiros, e a região hoje, além de carregar toda história dos Templários carrega também a história das vinhas e a arte de produzir bons vinhos que existem há séculos. 

terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Vinho Tinto Português Casa de Santar


A Casa de Santar é a mais emblemática propriedade vinícola do Dão, pela sua história, dimensão e prestígio dos seus vinhos. 

Caso você não queira ler a postagem,
ouça o "Audio Post" e navegue pela postagem.


Os vinhos desta casa distinguem-se pela tradição, autenticidade e nobreza, argumentos que tornam esta marca do Dão tão especial e reconhecida pela sua história de mais de 200 anos. 

Imagem original: Casa de Santar (http://casadesantar.com)
A Casa de Santar possui a maior vinha contínua do Dão, com 103 hectares, dos quais 90 de castas de uvas tintas e 13 de castas de uvas brancas. 

É esta imensidão de vinha que está na origem dos mais elegantes vinhos de Portugal, que têm conseguido conquistar as mais altas pontuações e prêmios junto dos críticos nacionais e internacionais. Vinhos únicos e inimitáveis.








O vinho tinto Casa de Santar é produzido com as castas Touriga Nacional, Alfrocheiro e Tinta Roriz. Um vinho tinto com alguma ambição, muito fruto e chocolate no aroma, leve tostado. Na boca tem taninos sólidos mas maduros, corpo e largura num estilo capitoso, termina logo com notas de especiarias.

Acompanha bem carnes vermelhas estufadas ou grelhadas, caça e queijos bem estruturados. Sirva-se a 17 ºC ou 18 ºC.

Pronto a beber desde já, evoluirá bem em garrafa até nos próximos 4 a 6 anos após a data da colheita.








Espero que tenha gostado da sugestão! 
Um brinde e saúde!

Beba com moderação e não se esqueça de "se beber não dirija e se dirigir não beba"!


Pesquisa e/ou Imagens
https://www.google.com/

Design
Vinhos Sem Preconceito