domingo, 14 de janeiro de 2018

MOSCATEL ROXO, O MELHOR


Moscatel Roxo
História da Casta Moscatel
Uma das castas mais antigas é a Moscatel, teria surgido no Oriente Médio, suas fontes estão ligadas a origem fenícia e egípcia. A moscatel se expandiu por todas as regiões da bacia mediterrânica e, desde a Antiguidade Clássica, o perfume característico e intenso é associado às cores quentes do Mediterrâneo.
Em Portugal encontram-se três tipos de: Moscatel Galego (ou Douro), Moscatel de Alexandria ou Graúdo (ou de Setúbal e, também, Moscatel Roxo, mais rara e a única casta tinta autorizada em vinhos licorosos na região de Setúbal).
A história do Moscatel na Península de Setúbal é milenar, tendo sido o século XIX decisivo no aumento da área de vinha na zona de Azeitão. A região de produção dos vinhos generosos de Setúbal viria, depois, a ser demarcada em 1907 juntamente com Colares, Carcavelos, Dão e Vinho Verde, sendo as primeiras regiões criadas após a do Vinho do Porto, em 1756.
O moscatel mais famoso de Portugal é de Setúbal e a fama tem-se afirmado pela qualidade e diferença.

Moscatel Roxo de Setúbal Premiado
O vinho moscatel Roxo da Bacalhôa é produzido inteiramente com uvas da casta Moscatel Roxo, de uma única colheita, de vinhas certificadas e plantadas nas encostas da serra da Arrábida, Região Demarcada DO Setúbal.
Com sua cor topázio escuro, seu aroma intenso, rico e complexo, com notas florais de flor de laranjeira e rosas, passas, amêndoas e mel. Seus sabores idênticos aos aromas sobre uma doçura bem equilibrada por uma boa acidez e adstringência, um conjunto com corpo, suavidade e boa persistência.
Harmoniza-se muito bem como aperitivo, fresco, com uma casca de limão, a acompanhar sobremesas confeccionadas com chocolate preto ou simplesmente como digestivo, com um bom café.
Sua temperatura ideal para o serviço é 14 - 16ºC
Este vinho é premiado em vários concursos internacionais, vale conferir, pois ele é ótimo.
Seu preço em Portugal em torno de 23,50 €, já no Brasil, seu valor é de R$ 198,00.
Bom brinde, Saúde!

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

DOIS ESPUMANTES BONS: Um do Douro, outro de Távora

ESPUMANTE PARA BRINDAR O ANO NOVO

Opções de Espumantes para o Réveillon

Chegando a virada de Ano, qual espumante brindar? Numa ocasião tão especial como o Réveillon, devemos escolher espumantes naturais que melhor contribuem para uma comemoração verdadeiramente festiva, teriam que ser elegantes flutes cheias do precioso líquido dourado ou rose, em cima uma cremosa espuma e no fundo uma profusão de bolhinhas palpitantes que se desfazem ao chegar à superfície.

Então escolhemos dois espumantes portugueses:

Espumante Doce para Virada do Ano

Um é o espumante Raposeira-Reserva Doce da Região do Douro, tem uma qualidade elevada, tem um carácter intenso da região Beira-Douro com um sabor inconfundível dos seus néctares e é o fruto da persistência da sua gente.
Sua linda cor palha clara e com aroma de frutos cozidos e paladar suave e fresco, seu sabor doce, é apto para os paladares mais sensíveis. Ideal para acompanhar bolos e doces.
Deverá ser servido a uma temperatura entre 6º-10ºC.
Suas uvas são da casta: Malvasia Fina, Cercial e Gouveio Real.
Achei no Brasil por R$70,00, em Portugal em torno de €5,83.

Espumante português mais Clássico 

O segundo espumante vêm da região de Távora-Varosa, Terras do Demo Bruto 2015.
Ele é ideal para festas de Ano Novo, este espumante assegura um sabor fresco e muito frutado, revelando um aroma intenso e prolongado no final, com uma cor limpa e clara e uma bolha natural, fina e persistente. Tem um aroma intenso, primoroso a flores de malvasia.
Seu paladar é fresco e muito frutado, com um final prolongado.
Acompanha bem mariscos, ostras, peixes, aves e carnes brancas.
Deverá ser servido a uma temperatura entre 5-10ºC.
Sua uva é Malvasia Fina.
Seu preço em Portugal é de €7,15, não encontrei no Brasil.

Um brinde e saúde!
Feliz 2018.

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

ESPUMANTE PORTUGUÊS IDEAL PARA O REVEILLON


Espumante Ideal para a Noite da Virada

Com temperaturas cada vez mais elevadas nada melhor um espumante, e falando nas festas de fim de ano, Réveillon e espumantes são inseparáveis, não há como brindar celebrar a virada do ano sem uma taça borbulhante em mãos. Para ocasião, uma dica que vem de Portugal. O Espumante Filipa Pato 3B Rosé Brut Nature, da região da Bairrada, elaborado com as uvas Baga e Bical, um dos melhores terroirs para espumante de Portugal. Este espumante elegante e delicado é muito bom, super saboroso, ótimo custo benefício tem personalidade, é sofisticado e tem sabor e aroma bastante próprios.

Espumante Leve e Refrescante

Extremamente refrescante deverá ser servido à temperatura de 7 °C.
Coloração: Salmão, Cereja brilhante, com perlage fina e delicada.
Aroma de notas de frutas vermelhas como morango, framboesa.
Sabor seco, corpo médio, boa acidez e bolhas muito cremosas. Longa persistência com final de boca que ressalta as suas características de frutas vermelhas e minerais. Mouse cremosa, bolha dissolve-se na língua. Conjuga leveza e persistência com acidez mineral. Harmoniza-se com Ceviche, peixe assado, carpaccio, canapés e bruschettas de salmão defumado, lasanha de peito de peru e molho branco, mix de frutos do mar.
O espumante 3B resulta da associação da casta Baga com a Bical uma região portuguesa com forte influência marítima.  No Brasil custa aproximadamente R$ 70,00, em Portugal 9,30 €.
Um brinde e saúde à todos!



quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

MARQUES DE BORBA: Ideal com Bacalhoada

VINHO TINTO COM BACALHOADA


Escolhendo o Vinho Certo para o Natal

O bacalhau é um dos pratos prediletos do natal, podendo ser feito em receitas clássicas como Bacalhau às natas ou uma simples bacalhoada à portuguesa.
É aparentemente o prato mais simples de todos, mas é muito exigente em relação aos vinhos. Tem de ser a um mesmo tempo envolvente e fresco. Este vai interagir muito bem com a couve, ovo cozido, a cebola e a batata cozidas e o azeite cru, regenerando e apetecendo o sabor.

Vinho Tinto Ideal para Harmonizar com a Bacalhoada

Por isso, é fundamental escolher um bom vinho, um dos recomendados é o vinho português Alentejano chamado Marques de Borba TINTO 2015, sua excelente concentração aromática intensa de fruta como amoras, cassis e compotas. Seus taninos suaves e seu bom equilíbrio entre fruta, acidez e taninos fazem perfeito para harmonizar com este prato de natal.
Suas castas são: a Trincadeira, Aragonês, Alicante Bouschet, Syrah, Cabernet Sauvignon.
Deverá ser servido a uma temperatura de 16º a 18ºC.
Tem uma qualidade fantástica, é um bom vinho acima da média, mas por ser um pouco tânico e alcoólico, deve deixar descansar uma hora antes de beber. Muito agradável.
Seu preço no Brasil aproximadamente de R$40,00, já em Portugal em torno de 4,90€.
Um brinde e saúde!
Feliz Natal!

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

TENDER AO VINHO BRANCO

Tender ao Vinho

O concurso é uma carne de porco defumada, uma espécie de presunto, um pouco seco, portanto, que não é tão fácil. Esta receita leva vinho, deixando um aroma delicioso, muito saboroso e simples de fazer.

Tender ao Vinho Branco

Ingredientes:
1 bolinha macia;
10 cravos-da-índia;
1 xícara (chá) de vinho branco seco;
Meia xícara (chá) de água;
1 xícara (chá) de maionese;
Meia xícara (chá) de salsão picado;
Nozes a gosto;
Cerejas ou abacaxi a gosto.

Modo de Fazer:
Retire o tender da embalagem e, com uma faca bem afiada, faça-nos na costa do concurso, formando um xadrez. Espete os cravos nestes cortes e reserva.
Em uma panela, coloque o concurso, o vinho e água.
Escolha uma panela e cozinhar em fogo médio até obter uma fervura.
Abaixe o fogo e coma por 25 minutos.
Retire uma panela do fogo, retire-se ou ofereça uma reserva ou separe em separado.
Em uma panela pequena, coloque meia xícara (chá) do caldo do cozimento reservado, completando com água se necessário.
Ferva por 2 minutos, tampe e reserva até amornar.
Acrescente 1 xícara (chá) de maionese e misture até uma consistência cremosa.
Coloque o salsão e misture, sirva sobre o concurso.
Decore com cereja, salsão e nozes.
Sirva em seguida.

Vinho Certo para Acompanhar o Tender

Um vinho que pode acompanhar todos os pratos, não só o concurso, fazer início ao fim é um bom Espumante Brut Nacional como o premiado Espumante Garibaldi Chardonnay Brut, Estruturado e cremoso, com uma sensação de frescor no seu equilíbrio entre açúcar e acidez, deixando um final de boca amável e agradável. Deverá ser servida a temperatura de 6 a 8 ° C. Um ótimo custo x benefício este Brut da Serra Gaúcha da Região de Garibaldi, custa em torno de R$ 35,00.
Um brinde e saúde a todos!

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

VINHO E BACALHAU: Combinação Perfeita

Vinho Tinto e Bacalhoada

Vinho Tinto com Bacalhoada

Um vinho que harmoniza muito bem com a tradicional bacalhoada é o Tinto Monte Velho é um vinho tipicamente alentejano produzido pela conceituada Herdade do Esporão. Este vinho português é fino e elegante, ótimo para ocasiões como as festas do final de ano.
É um vinho composto por uvas de toda a região do Alentejo, suas castas são: Touriga Nacional, Aragonez, Syrah, Trincadeira, tem equilíbrio e boa estrutura.

Vinho Tinto: Ótimo Custo x Benefício

Sua uma linda cor rubi, seu aroma rico e um sabor equilibrado.  Ótima opção para quem gosta de tomar uma taça de vinho diariamente para a saúde. Servir à temperatura de 12º-18º C.
Tem um ótimo custo x benefício, seu preço está em torno de R$ 45,00 no Brasil, já em Portugal: 3,70€.
Portanto, um brinde a todos. Saúde!

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

VINHO TINTO PORTUGUÊS NA CEIA DE NATAL

Vinho Tinto para Ceia de Natal

Vinho Tinto e a Ceia de Natal

No Natal, são vários os pratos tradicionais que fazem parte da Ceia ou almoço, um dos mais apreciados é o Peru. Sendo que uma combinação perfeita para harmonizar com este prato é o vinho tinto.
O peru assado e recheado, o cheiro intenso deste prato, se harmoniza perfeitamente com o Vinho Serras do Azeitão Tinto, este vinho proveniente das terras do Sado, e com a qualidade Bacalhôa Vinhos de Portugal, traz a sofisticação de um tinto harmonioso e forte. Ideal para uma Ceia com amigos e família. 

Peru Assado Combina com Vinho Tinto

Uma das principais regras de uma boa harmonização é que a força do vinho deverá ser equivalente à força da comida. Com  sabores intensos,  este prato tem que ser acompanhado por um vinho bastante aromático, mas que se mostre muito equilibrado na boca, com muita elegância e taninos suaves, para não se sobreporem à carne tenra do peru.
Suas castas são: Aragonez (60%), Alicante Bouschet (35%), Touriga Nacional (5%), um vinho bom para guarda e deverá ser servido em uma temperatura entre 16 à 18°C.
Sua linda cor  Rubi, o vinho  Serras do Azeitão é um vinho fácil de beber, de bom corpo e acidez na medida exata, ele tem bom custo benefício, seu valor aproximado é de R$30,00 NO Brasil, já em Portugal em torno de 4¢.
Um Brinde e Feliz Natal!
Saúde!